Uma pessoa que está com baixa autoestima, se achando incapaz de estar ao lado de alguém especial, acaba sabotando o relacionamento amoroso. Colocando sua própria felicidade nas mãos do parceiro, passa sua própria responsabilidade de felicidade e alegria para a outra pessoa, culpando-o quando não se sente feliz. Sem autoestima a pessoa se torna submissa aos desejos do outro, acaba então se desvalorizando e se perdendo.

Pessoas que não se valorizam tendem a escolher parceiros que as decepcionem.

Quando não acreditamos em nós mesmos e nos julgamos inferiores aos outros, podemos acabar buscando pessoas com esse mesmo perfil, mas é o menos incomum. O que mais se repete na clínica e na vida, são pessoas que quando encontram um parceiro ótimo, começam a se afogar no oceano da insegurança, onde o ciúme se aparenta com força total e abala a vida do casal.

Convivendo com alguém sem autoestima

A baixa autoestima resulta em INSEGURANÇA. Pode ser difícil para o parceiro estar em alerta, cuidando o tempo todo do que vai falar, como agir, para onde olhar, escolhendo palavras certas para contar alguma coisa, para não magoar o parceiro inseguro ou na maioria das vezes, tem todo esses cuidados apenas para não ser alvo de reclamações e inseguranças do outro.

Quem está com autoestima baixa, geralmente são muito exigentes e que se sentem pouco valorizadas e amadas. Quando há muitas exigências na relação, a espontaneidade vai se perdendo e com ela a felicidade. Passa a ser um relacionamento amargo e sem vida.

Se você identifica isso no seu parceiro ou em você mesmo, te convido a uma jornada de busca por sua autoestima. Como você pode ver, ela é muito importante e vai além de se olhar no espelho, ela mantém ou determina o futuro de um relacionamentos também!

O ciúme tem relação com a baixa autoestima

Maria, de um tempo para cá se sente diferente, com medo, sempre em estado de alerta quando se trata de João, sente receio de perdê-lo, e começou a agir de forma diferente tentando controlar o que João fazia. Isso começou a ser desconfortável para ambos e começaram as brigas e discussões.

O que mudou?

Maria começou a se sentir insegura e isso aconteceu por conta da sua Só o fato de João conversar com uma pessoa do sexo oposto, Maria se sentia ameaçada! E ela saia fora de contexto, com sua impulsividade gerado pelo sentimento de ciúmes.

Qual o fim dessa história?

Os problemas causados pela baixa autoestima podem ser grandes e devastadores, principalmente se está mascarado ou escondido atrás de outros sentimentos ou comportamentos, como o ciúmes na história conjugal de João e Maria. A baixa autoestima quando não identificada causa confusão e promove diversos sentimentos negativos e até separação de casais.

Agora eu te convido a fazer uma avaliação do ciúmes no seu relacionamento… ele está associado a que? Do que você ou seu parceiro tem medo? E se estiver relacionado a insegurança? Vocês podem juntos pensar em estratégias para isso e também podem buscar um psicólogo para ajudar nesse processo de autodescoberta e principalmente para trabalhar autoestima.

Você se doa ou se dá para o outro?

Doar-se faz parte de uma das demandas do amor. O amor pede doação. Pede que você doe tempo, dedicação, ações, presentes, criatividade, prazer. E Dar significa se renunciar, se desfazer, se esquecer. Anular a si mesmo não é amor, é dependência. Dentro de um relacionamento amoroso é importante que você perceba se está se doando ao outro ou se dando.

Relacionamento abusivo e autoestima

Quando a autoestima está baixa, você acaba se perdendo de suas fortalezas e dependendo do outro para te dizer o que fazer.

Você está tão fragilizado acerca das suas próprias características que acaba se perdendo no outro, fazendo parte dele, cuidando dele, amando ele, vivendo por ele. Ufa! 😫 e você, cadê?

O controle das situações foi dado ao outro, por não se sentir capaz de fazer e de agir. Agora até parece um pouco difícil pegar de volta esse controle, mas é super possível.

Muitas vezes em relacionamentos abusivos é comum encontrarmos comportamentos como a submissão; ciúmes e sentimento de posse, tanto seu quanto do outro; medo da solidão e medo de perder o amor de alguém, o que leva a aceitar qualquer imposição do outro.

Atenção e muito cuidado a isso, você está se auto sabotando! por não se achar capaz, sabota-se.

Se você se identificou com algum dos comportamentos descritos acima, que tal considerar pequenas mudanças nas suas atitudes? .

️Uma autoestima baixa, pode ser equilibrada com um comportamento menos autocrítico em relação às próprias qualidades. Tente enxergar e valorizar o que você tem de bom e evite se comparar com outras pessoas, muitas vezes você acaba idealizando o seu julgamento acerca das qualidades dos outros.

Cada pessoa tem seu valor, sua potencialidade. E você também.

Se fortaleça ao ponto de sair desse relacionamento confiante e sabendo que você merece mais ou se fortaleça ao ponto de decidir ficar se impondo confiantemente e segura.

Obs.: nessa descrição falo exclusivamente do ego fragilizado que acaba aceitando situações como essa. Não abordo o tema relacionamento abusivo em seu contexto social/geral de machismo e traços de psicopatia. Mas se esse for o seu caso ou de pessoas que você conhece, venha falar comigo. Violência contra a mulher é crime. Denuncie. Você é mais forte do que imagina e não está sozinha♥

Antes só do que mal acompanhado?

Alimente-se de boas companhias.

Pessoas que sugam sua energia e só te diminuem, merecem estar ao seu lado?

Buscar uma autoestima saudável, muitas vezes vai ser necessário abrir mão de algumas coisas e pessoas.

Conteúdos relacionados

January 20, 2021
O que é uma pessoa insegura?

Entenda como é uma pessoa insegura. Você pode assistir ao vídeo de conteúdo também

Najma Alencar

Psicóloga
January 20, 2021
Psicólogo Unimed -Como pedir Reembolso de terapia p/ convênios  

Você tem convênio e quer ser atendido pela evoluBe? Descubra como pedir reembolso para seu convênio

Najma Alencar

Psicóloga
January 20, 2021
Perguntas frequentes sobre Autoestima

Existe oscilação de autoestima? Nesse post você verá algumas perguntas que recebi sobre autoestima

Najma Alencar

Psicóloga
may 14, 2013
Dependência emocional em relacionamento Abusivo

Entenda o funcionamento psicológico de pessoas que estão em relacionamentos abusivos

Najma Alencar

Psicóloga
may 14, 2013
Ative seu sistema imunológico emocional

Ative o sistema imunológico emocional para não chegar ao fim do dia sem energia

Najma Alencar

Psicóloga
may 14, 2013
A comparação aumenta a insegurança

O comportamento comparativo tem impactos negativos na sua vida, veja como mudar

Najma Alencar

Psicóloga

Comece agora seu crescimento

100% Online

Atendemos todo o Brasil

Contatos

41 99768-2415