No dicionário popular a palavra insegurança está descrita como ”sensação ou sentimento de não estar protegido, seguro”.

Quando aplicamos isso ao nosso estado emocional, pode ser definida como a percepção de si mesmo de modo vulnerável, uma sensação de incapacidade e instabilidade que ameaça o próprio ego.

Como uma pessoa insegura vê o mundo

Uma pessoa insegura não enxerga o seu próprio valor e suas potencialidades, é como se olhasse para si de uma forma distorcida, embaçada.

A insegurança acontece em níveis, significa que para algumas pessoas tem um peso e para outras pessoas, outra forma de senti-la. A insegurança pode se apresentar como a incapacidade de confiar nos outros, já, em outras situações a insegurança vem em formato de falta de iniciativa perante as atividades que gostaria muito de participar, como ir numa festa, participar de entrevistas, chegar para conversar com crusch. De forma resumida, é a dúvida constante sobre o que podemos fazer, ser, estar, e esses questionamentos são as maiores barreiras que impedem de alcançar as realizações pessoais. E vários outros episódios que variam conforme os níveis que essa força imobilizadora chamada insegurança vive em cada sujeito.

Desenvolvimento da insegurança

Alguns estudos falam que a insegurança pode ser desenvolvida na infância, mas vem se desenvolvendo durante a adolescência e a vida adulta, quanto mais passamos por situações de insegurança, mais reforçamos nossa memória cerebral.

Na infância sentimento de proteção e segurança podem ter sido pouco regados ou até ausentes. O extremos também pode gerar insegurança… crianças superprotegidas, não desenvolvem a capacidade de enfrentamento e resolução de problemas.

Na adolescência ou no período maduro, a insegurança pode ser novidade, significa que não começou na infância! Mas pode ter sido desenvolvida a partir de uma situação traumática. A personalidade é constituída a partir de vivencias e experiências, é uma espécie de depósito que guarda todos os laços afetivos que contribuíram para a estruturação da personalidade.

Autos sabotagem

São inúmeras as características da insegurança, a partir delas se manifestam as crenças de desamor e desvalor e principalmente a autos sabotagem. Acontece quando a pessoa passa a acreditar e se manifestar/projetar no mundo de forma incrédula a sua própria dignidade, acredita que não merece ser feliz, não merece conquistar, não merece dinheiro, acontece então, que essa pessoa cria um bloqueio emocional, e dentro dessa barreira está sua felicidade e seu prazer.

Insegurança e Medo

O que está encoberto em pessoas inseguranças é o MEDO.

1. medo de ser rejeitado

2. medo da solidão

3. medo do pior que pode acontecer

4. medo que as coisas não deem certo

5. medo de perder o emprego

6. medo do que o outro vai pensar

7. medo de dar sua opinião

8. medo de se afirmar

Enfim… medo, medo e medo. Mas como sabemos, o medo é inerente ao ser humano, ele está presente para manutenção e proteção da vida, é o que nos protege de riscos reais. Mas, quando ultrapassa o medo saudável e integro, que tem a intenção de proteger, se torna disfuncional. Isso trás um rastro de prejuízos emocionais, como a angustia e os 8 medos citados acima. Que são crenças e as crenças podem ser modificadas.

Sua vida não evolui porque a insegurança não permite

Se isto está acontecendo, eu venho te contar que isso pode mudar! depende exclusivamente da sua vontade de mudar.

É preciso identificar a origem das vulnerabilidades e conquistar competências que permitem interromper os ciclos viciosos, chamados de padrão de repetição de comportamento.

Psicoterapia para tratamento da insegurança

Recebo em meu consultório muitas pessoas que procuram psicoterapia para tratar exclusivamente suas inseguranças, sejam elas relacionadas à carreira, relacionamento amoroso e maternidade. Eu trabalho com ferramentas e técnicas que desenvolvem um repertorio de segurança emocional, a partir da dedicação para o fortalecimento da autoestima, autoconfiança e autoimagem.

Ajudo pessoas a se posicionarem de forma assertiva nesses relacionamentos, para que possam romper de vez o bloqueio emocional que guardava sua felicidade e prazer atrás do muro da insegurança.

A insegurança pode ser superada. Exige tempo, paciência e uma compreensão gradual de que o seu próprio valor é puramente uma questão de perspectiva.

Duas dicas para começar a SUPERAR a insegurança hoje:

1|Geralmente a insegurança se desenvolve a partir da autoestima, ou melhor… da baixa autoestima. Então, como ponto de partida precisamos trabalhar a sua relação com você mesmo. Analise como você se enxerga, faça uma leitura de você, e veja o resultado que sai. Você aceita e gosta de quem você é? você se ama? saiu muitas críticas dessa leitura? Veja 3 passos simples para levantar sua autoestima.

2|Busque identificar quantos sonhos você deixou de realizar por medo e por não se sentir capaz. Logo depois, perceba quais foram os pensamentos que limitaram você. Agora, faça uma lista os momentos em que você conquistou algo. Veja que assim como não foi possível realizar, também foi! você é capaz!

Perceba que a insegurança pode ser apenas uma forma de pensar, e que você pode substituir cada um deles por crenças positivas e realizadoras.

Pedir ajuda é sempre um sinal de força, você pode contar com minha ajuda, psicóloga online e psicóloga em Curitiba.

Conteúdos relacionados

January 20, 2021
O que é uma pessoa insegura?

Entenda como é uma pessoa insegura. Você pode assistir ao vídeo de conteúdo também

Najma Alencar

Psicóloga
January 20, 2021
Psicólogo Unimed -Como pedir Reembolso de terapia p/ convênios  

Você tem convênio e quer ser atendido pela evoluBe? Descubra como pedir reembolso para seu convênio

Najma Alencar

Psicóloga
January 20, 2021
Perguntas frequentes sobre Autoestima

Existe oscilação de autoestima? Nesse post você verá algumas perguntas que recebi sobre autoestima

Najma Alencar

Psicóloga
may 14, 2013
Dependência emocional em relacionamento Abusivo

Entenda o funcionamento psicológico de pessoas que estão em relacionamentos abusivos

Najma Alencar

Psicóloga
may 14, 2013
Ative seu sistema imunológico emocional

Ative o sistema imunológico emocional para não chegar ao fim do dia sem energia

Najma Alencar

Psicóloga
may 14, 2013
A comparação aumenta a insegurança

O comportamento comparativo tem impactos negativos na sua vida, veja como mudar

Najma Alencar

Psicóloga

Comece agora seu crescimento

100% Online

Atendemos todo o Brasil

Contatos

41 99768-2415